A fuga

Saltei da janela e caí no chão. Corri o mais que pude para fugir daquele lugar. Já cansado parei para beber. Reparei naquele velho que olhava para mim, como se soubesse do que eu fugia. Continuei a correr até não poder mais. O chão passava por baixo dos meus pés a uma velocidade estonteante. Mas nunca era longe de mais. Até que parei. Olhei para aquela janela e soube que estava salvo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s